sexta-feira, 27 de julho de 2018

AVISO DE ATENÇÃO 1978

AVISO DE ATENÇÃO 1978

A Coordenadoria Municipal de Defesa Civil vem através deste transmitir Aviso Meteorológico de n° 1978 recebido do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, INPE, Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos, CEPTEC. O Aviso de Atenção  comunica que há risco moderado para ocorrência de fenômeno meteorológico adverso dentro das próximas 72 horas; com possibilidade de tempestade de raios, granizo, chuvas intensas e vendaval a partir da 00:00h do dia 28/07/2018.
Acompanhe com mais frequência as atualizações da previsão do tempo, pois você poderá necessitar mudar seus planos e se proteger dos eventuais impactos decorrentes de tempo severo. Siga as eventuais recomendações da Defesa Civil e das demais autoridades competentes. 

A Defesa Civil continua acompanhando junto a Barragem do Fandango o nível do Rio Jacuí, na medição realizada as 17h desta sexta-feira 27/07/2018 o Rio Jacuí chegou a 19,28 m a montante e 18,60 m a jusante, sendo seu nível normal 18,00 m, o rio esta subindo a cerca 2,6 cm/h.
Em caso de urgência entre em contato com as equipes de emergência:


Defesa Civil: (51) 997732913
Bombeiros: 193
Brigada Militar: 190
SAMU: 192
http://defesacivilcachoeira.blogspot.com/



COMO AGIR EM CASO DE VENDAVAL
VENDAVAIS: São provocados pelo deslocamento violento de uma massa de ar. Normalmente são acompanhados de chuva forte, que caracterizam as tempestades.
COMO MINIMIZAR OS DANOS DE UM VENDAVAL?
- Revise a resistência de sua casa, principalmente a cobertura.
- Mantenha as árvores em sua casa sadias e bem podadas.
- Não deixe objetos e entulhos soltos no quintal.
- Informe a prefeitura sobre árvores não sadias identificadas no passeio público.
COMO AGIR QUANDO OCORRER UM VENDAVAL?
- Feche bem janelas e portas, evitando canalizações de ventos no interior de sua residência.
- Desligue os aparelhos elétricos e feche o registro.
- Evite transitar nas proximidades de fiação elétrica e estruturas que não transmitam segurança.
- Não estacionar veículos próximos a torres de transmissão, placas de segurança e árvores de grande porte.
- Não se abrigar sob árvores ou estruturas metálicas.
COMO AGIR APÓS O VENDAVAL?
- Ajude na limpeza e recuperação da área onde se encontra, começando pela desobstrução das ruas e outras vias.
- Ajude vizinhos que foram atingidos.
- Evite o contato com cabos ou redes elétricas caídas. Avise a Defesa Civil ou Bombeiros sobre esses perigos.
- Procure não utilizar serviços hospitalares, de comunicações, a não ser que necessite realmente; deixe esses serviços para os casos de emergência.

GRANIZO
É a precipitação sólida de pedras de gelo. Pode ser divididos em:
- Gotas de chuvas congeladas ou flocos de neve.
- Grânulos de neve envolvidos por uma camada delgada de gelo.
QUAIS OS EFEITOS DO GRANIZO?
- Prejuízos à agricultura.
- Danos materiais, com a destruição de estruturas.
- Congestionamentos no trânsito, causando danos aos veículos.
- Queda de árvores.
- Alagamentos.
COMO AGIR QUANDO OCORRER UMA CHUVA DE GRANIZO?
- Abrigar-se da chuva torrencial que poderá acompanhar o granizo e causar inundações.
- Não abrigar-se debaixo de árvores, pois há riscos de quedas.
- Não abrigar-se em coberturas metálicas frágeis.
- Não estacionar veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda, pois estarão sob influência de ventos fortes.
-Evite engarrafamentos em ruas e avenidas que foram afetadas pela chuva de granizo.
- Tenha cuidado com construções mal acabadas ou construídas.
- Procure abrigar-se em locais seguros resistentes a fortes ventos, onde não há riscos de destelhamentos.

O QUE DEVO FAZER AO VERIFICAR OS RISCOS DE DESABAMENTOS DE CONSTRUÇÕES E TELHADOS?
- Avise aos seus vizinhos sobre o perigo no caso de casas construídas em áreas de risco. Avise, também, imediatamente o Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil.
- Convença as pessoas que moram na área de risco a saírem de casa durante as chuvas intensas.

CHUVAS DO MÊS DE JULHO/2018


CHUVAS DO MÊS DE JULHO/2018


A Coordenadoria Municipal de Defesa Civil esta acompanhando as precipitações pluviométricas que registraram um acumulado de 162,88mm segundo informações da Barragem Ponte do Fandango ; 157,6 mm no Piquiri Posto Schell; 163,6 mm o Piquiri, Vila Vargas e 143 mm na Localidade de Três Vendas, dados estes emitidos pelos pluviômetros automáticos do CEMADEN (http://www.cemaden.gov.br/mapainterativo/#) até esta sexta feira 27 de Julho.
Os principais danos ocorreram no dia 25, quando na rua Marechal Floriano foi registrado a queda de uma árvore interrompendo o trânsito no local até sua remoção realizada pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente com o apoio da Secretaria Municipal de Obras. No interior do Município a Defesa Civil realizou a retirada de duas famílias na Localidade de Piquiri Posto Schell, abrigando estas famílias no Salão Comunitário. Esta ação no Piquiri foi necessário devido ao alto índice pluviométrico que atingiu o local, com a redução da chuva a água baixou e na tarde de sexta-feira as famílias retornaram para suas residências.
Foi registrado ainda inundações nos Bairros Quinta da Boa Vista e Cristo Rei, a Secretaria Municipal de Obras já esta realizando ações buscando reduzir estes problemas uma vez que em ambos foi identificado construções em cima de tubulações de drenagem pluvial.
A Defesa Civil destaca o trabalho preventivo realizado pelas Secretarias de Obras, Interior e Meio Ambiente principalmente na limpeza e manutenção de bueiros que já reduziu significativamente o número de residências afetadas durante as enxurradas. 
A Coordenadoria Municipal de Defesa Civil vem mantendo contato com a Barragem do Fandango para acompanhar o nível do Rio Jacuí, que atingiu seu nível mais alto nesta sexta-feira 27 de Julho, às 7 horas quando atingiu 19,02 m a montante e 18,40 m a jusante, lembrando que o nível normal do Rio Jacuí em Cachoeira do Sul é 18m.
A Defesa Civil mantém suas equipes em constante plantão em caso de Emergência entre em contato: (51) 997732913.

  

terça-feira, 17 de julho de 2018

CAPACITAR 2018


Defesa Civil de Cachoeira do Sul participa do CAPACITAR 2018

A Coordenadoria Municipal de Cachoeira do Sul participou na última terça-feira, dia 03 de Julho, do PROGRAMA CAPACITAR 2018 realizado pela Casa Militar do Estado do Rio Grande do Sul, Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil o qual é realizado através de suas Regionais.

A Capacitação realizada no Auditório do SEST/SENAT em Santa Maria abordou como tema principal Planos de Trabalho de Resposta e Reconstrução através do Sistema Integrado de Informações de Desastre, S2ID, ferramenta a qual é a única forma de captação de recurso para ações de proteção e defesa civil após a publicação da Portaria 215, de 04 de Abril de 2017 do Ministério da Integração Nacional, Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil.

A abordagem inicial foi realizada pelo Engenheiro do Ministério da Integração Alexandre Kapper o qual orientou os municípios sobre as alterações na legislação pertinente e amostragens de planos de resposta e reconstrução.

Na segunda parte do CAPACITAR 2018, a Defesa Civil Estadual solicitou que a Coordenadoria Municipal de Cachoeira do Sul apresentasse as ações e atividades realizadas no Município as quais tem sido referência a nível estadual a apresentação foi realizada pelo Coordenador Edson Junior, com o apoio dos Agente José Antônio Terra de Oliveira Junior, Raufer da Silva Costa e do voluntário Paulo Ricardo Silva da Silveira.  

segunda-feira, 2 de julho de 2018

AVISO METEOROLÓGICO 1955 - 1


Aviso Meteorológico 1955 – 1


A Coordenadoria Municipal de Defesa Civil de Cachoeira do Sul vem através deste transmitir Aviso Meteorológico 1955 – 1, emitido pelo Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos, CPTEC, do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais INPE, sobre AVISO DE ATENÇÃO para possibilidade de Tempestade de Raios, Granizo, Chuvas Intensas e Acumulado de Chuva para o dia de hoje, segunda-feira 02 de Julho de 2018.

TEXTO DESCRITIVO SOBRE O AVISO: entre o final deste domingo(01/07) e esta segunda-feira (02/07) há previsão de pancadas de chuva, localmente forte, acompanhadas de descargas elétricas, rajadas de vento e eventual queda de granizo na área em destaque do mapa. Em áreas do leste do Estado do RS a chuva forte deverá ocorrer a partir do final da manhã e/ou tarde, incluindo a capital Porto Alegre.

Destacamos que quando emitido Aviso de Atenção há risco moderado para ocorrência de fenômeno meteorológico adverso dentro das próximas 72 horas.

EM CASO DE EMERGÊNCIA ACIONE OS ÓRGÃOS DE SEGURANÇA

DEFESA CIVIL: (51) 997732913
CORPO DE BOMBEIROS: 193
BRIGADA MILITAR: 190

domingo, 10 de junho de 2018

AVISO METEOROLÓGICO ESPECIAL 10/06/18

AVISO METEOROLÓGICO ESPECIAL

A Coordenadoria Municipal de Defesa Civil vem transmitir AVISO METEOROLÓGICO ESPECIAL recebido do Instituto Nacional de Meteorologia, INMET, o qual traz a possibilidade de condições meteorológicas favoráveis para a ocorrência de chuvas de moderada a forte e rajadas de vento entre 60 Km/h e 90 Km/h para o Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Oeste, Sudoeste e Sul do Paraná para a segunda-feira dia 11 de junho de 2018. O Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, INPE, também emitiu alerta para risco moderado de fenômeno meteorológico adverso nas próximas 72 horas com possibilidade de chuvas intensas, vendaval, granizo e tempestade de raios.

EM CASO DE EMERGÊNCIA ACIONE OS ÓRGÃOS DE SEGURANÇA
DEFESA CICIL: (51) 997732913
CORPO DE BOMBEIROS: 193
BRIGADA MILITAR: 190




DICAS DEFESA CIVIL

COMO MINIMIZAR OS DANOS DE UM VENDAVAL?

- Revise a resistência de sua casa, principalmente a cobertura.
- Mantenha as árvores em sua casa sadias e bem podadas.
- Não deixe objetos e entulhos soltos no quintal.
- Informe a prefeitura sobre árvores não sadias identificadas no passeio público.

COMO AGIR QUANDO OCORRER UM VENDAVAL?

- Feche bem janelas e portas, evitando canalizações de ventos no interior de sua residência.
- Desligue os aparelhos elétricos e feche o registro.
- Evite transitar nas proximidades de fiação elétrica e estruturas que não transmitam segurança.
- Não estacionar veículos próximos a torres de transmissão, placas de segurança e árvores de grande porte.
- Não se abrigar sob árvores ou estruturas metálicas.

COMO AGIR APÓS O VENDAVAL?

- Ajude na limpeza e recuperação da área onde se encontra, começando pela desobstrução das ruas e outras vias.
- Ajude vizinhos que foram atingidos.
- Evite o contato com cabos ou redes elétricas caídas. Avise a Defesa Civil ou Bombeiros sobre esses perigos.
- Procure não utilizar serviços hospitalares, de comunicações, a não ser que necessite realmente; deixe esses serviços para os casos de emergência.

COMO AGIR QUANDO OCORRER UMA CHUVA DE GRANIZO?

- Abrigar-se da chuva torrencial que poderá acompanhar o granizo e causar inundações.
- Não abrigar-se debaixo de árvores, pois há riscos de quedas.
- Não abrigar-se em coberturas metálicas frágeis.
- Não estacionar veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda, pois estarão sob influência de ventos fortes.
-Evite engarrafamentos em ruas e avenidas que foram afetadas pela chuva de granizo.
- Tenha cuidado com construções mal acabadas ou construídas.
- Procure abrigar-se em locais seguros resistentes a fortes ventos, onde não há riscos de destelhamentos.

O QUE DEVO FAZER AO VERIFICAR OS RISCOS DE DESABAMENTOS DE CONSTRUÇÕES E TELHADOS?

- Avise aos seus vizinhos sobre o perigo no caso de casas construídas em áreas de risco. Avise, também, imediatamente o Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil.
- Convença as pessoas que moram na área de risco a saírem de casa durante as chuvas intensas.

MAIORES INFORMAÇÕES EM: http://defesacivilcachoeira.blogspot.com.br

quarta-feira, 6 de junho de 2018

AVISO DE ATENÇÃO 06 DE JUNHO DE 2018

AVISO DE ATENÇÃO 06/06/2018

FONTE: IRGA/RS
A Coordenadoria Municipal de Defesa Civil de Cachoeira do Sul vem através deste alertar para uma onda de frio e condições favoráveis de geada para o Estado do Rio Grande do Sul entre os dias 7,8 e 9 de junho. De acordo com as previsões na sexta feira, dia 08 de Junho, a temperatura mínima pode atingir 3°C.

Atenção com a população mais vulnerável como idosos, crianças e moradores de rua; agricultores deverão adotar medidas preventivas;  atenção ao abrigo de animais doméstico.

Medidas simples como manter-se bem agasalhado, beber bastante água e evitar locais fechados e de grande circulação de pessoas, além da higiene frequente das mãos, são de grande valia na prevenção destas doenças. Crianças e pessoas idosas são mais suscetíveis às doenças agravadas pelo frio e devem estar mais atentas.
Em caso de geada atenção também ao trânsito, dirija lentamente; use a tração e frenagem do veículo de forma suave, sem ações bruscas e mantenha uma distância maior do veículo a sua frente; transite com os faróis baixos ligados.

Em caso de emergência entre em contato com os órgãos de segurança e emergência:

DEFESA CIVIL: (51) 997732913
CORPO DE BOMBEIROS: 193

_________________________________________________________________________________

segunda-feira, 30 de abril de 2018

AVISO DE ATENÇÃO 30 DE ABRIL DE 2018


AVISO DE ATENÇÃO 30/04/2018

A Coordenadoria Municipal de Defesa Civil de cachoeira do Sul vem através deste atualizar Aviso de Atenção sobre possibilidade de evento adverso no Rio Grande do Sul do dia 30 de Abril a 05 de maio de 2018.
Chuvas fortes com acumulados altos e risco de temporais com rajadas de vento sobretudo na Campanha, Oeste, parte do Sul , entorno da Lagoa dos Patos e Litoral Gaúcho.

CONFIRA O AVISO:

CHUVAS FORTES CRUZAM O ESTADO NOS PRÓXIMOS DIAS.

As chuvas mais fortes devem ser isoladas, mas podem estar associadas à alguns temporais nos próximos dias. 

Algumas áreas de instabilidade devem cruzar o estado nos próximos dias provocando chuva forte. Na maioria das regiões o fenômeno previsto é de chuva mesmo, na forma de pancada. Mas em alguns pontos mais próximos das fronteiras (sobretudo oeste e campanha), do entorno da Lagoa dos Patos e do Litoral as pancadas podem chegar mais fortes com risco de rajadas. O período de formação vai de terça até quinta-feira. 

Amanhã a previsão é de pancadas isoladas em grande parte do estado, devem ser mais fortes no oeste e parte da campanha. Eventualmente avançando por parte do centro-leste e leste. A temperatura não deve subir muito devido a nebulosidade e as chuvas. 

Na quarta-feira a instabilidade novamente pode cruzar o estado e vir forte, do tipo aguaceiro que provoca altos acumulados de chuva. A região de maior atuação será no oeste e proximidade da fronteira com o Uruguai, podendo passar pela campanha e pelo sul; logo depois por áreas do centro até o leste. 

Mas o evento mais significo pode ser uma região de temporais de uma baixa pressão atmosférica que se formará no oceano próximo do litoral. Por isso atenção no litoral entre quarta e quinta-feira. A tendência é que os temporais mais fortes se formem dentro do mar, mas eventualmente pode atuar nas áreas costeiras e parte do sul até leste do estado.


EM CASO DE EMERGÊNCIA ENTRE EM CONTATO COM A DEFESA CIVIL 


PELOS TELEFONES:
193 – CORPO DE BOMBEIROS
(51) 997732913 – DEFESA CIVIL CACHOEIRA DO SUL
www.defesacivilcachoeira.blogspot.com.br